rumo ao sucesso

rumo ao sucessorumo ao sucesso

Nem sempre é fácil estar alinhado rumo ao sucesso. Desconfio até que é uma palavra raramente pesquisada no dicionário nas carteiras da escola. De tantas professoras e professoras que marcam a nossa vida no percurso escolar será uma raridade encontrar algum ou alguma delas que aponte aos seus alunos o caminho rumo ao sucesso. Não há manuais que incluam nos seus capítulos esta temática. Não há cadernos de apontamentos com resumos sobre a matéria. Não há sequer cabulas ou atalhos. Durante os longos 13 anos da escolaridade obrigatória aprende-se tanto, tanto. Mas acaba por ficar de fora o essencial.

Sucesso segundo o dicionário é o resultado de uma acção ou empreendimento. Não é um acto isolado ou espontâneo. Nem tão pouco a súmula de um conjunto de conhecimentos debitados nas salas de aulas. Sucesso é o resultado de um caminho. É o arregaçar as mangas e lutar por um objectivo ou propósito. E por isso a expressão rumo ao sucesso quase acaba por ser uma pescadinha de rabo na boca. Um pleonasmo ou uma redundância.

Mas neste caso a redundância faz sentido. Acaba por ser uma forma de reforçar o óbvio, Um dos problemas comuns é que o objectivo primordial que se encaixa na cabeça de cada um durante o percurso escolar acaba por se esvaziar por sim mesmo. Ter boas notas, tirar um curso e arranjar um emprego é um caminho sem duvida mas será o resultado final que a maior parte de nós ambiciona? E nos faz sentir concretizados?

tudo o que não aprendeste na escola

Mas então como fazer para chegar até? quais são os pontos chave que nos levam rumo ao sucesso e que não nos ensinaram na escola?

Primeiro tens de ter um objectivo. tens de te atirar a ele sem medo e traçar a rota para lá chegar. Deves ter consciência que o caminho não vai ser fácil. Que ao contrario, daquilo que aprendeste o erro vai fazer parte do processo. Tens de aceitar que para acertares vais ter de falhar muito. Que o caminho não é linear mas que regra geral e mesmo sem darmos por isso é ascendente. É determinante nunca perderes o foco. Teres sempre o teu objectivo em mente e de preferência, até, conseguires visualiza-lo diariamente.

Depois e apesar de nunca ninguém te ter dito isto antes, tens de ser a causa e não a consequência. O impulso e não a resposta. A acção e não a reacção. É impossível traçares o teu rumo para o sucesso sem assumires o controle total da tua vida e isso significa, indubitavelmente, aceitares que tu é o responsável pela maioria dos resultados que tens na vida. Há, é certo, uma ínfima parte de acontecimentos que nos afectam e que não podemos controlar mas ainda assim é possível escolher a forma como olhamos para esses acontecimentos. Se quisermos podemos fazer parte do grupo de pessoas que transformam os problemas em oportunidades. Em vez de nos colocarmos, como a maioria, numa posição de vitimas das circunstancias.

É também essencial rodeares-te de pessoas que estejam alinhadas no mesmo sentido que tu: rumo ao sucesso.  Porque comportamento gera comportamento. Porque é bom relacionarmos-nos com pessoas que nos compreendem. Mas se queremos chegar mais longe temos de ter presentes na nossa vida, pessoas que nos desafiem e nos empurrem no sentido dos nossos medos.

exemplo de sucesso

Um bom exemplo é a historia de vida da Liliana Alves, aquilo que não aprendeu na escola sobre o rumo para o sucesso veio aprender com uma oportunidade de negocio que lhe transformou completamente a vida. Se transformou a dela também pode transformar a tua, vê o video e clica aqui para obteres mais informações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *